O Cordeiro Anunciado

“Entre Nós” – Ministério de Jovens da IEB

Devocional para Páscoa: O Cordeiro Pascal (I Coríntios 5.7)
-Sábado – 11/04/20
-Texto base: I Pedro 1.19-21
-Tema: O Cordeiro Anunciado

A missão de Cristo na Terra foi entregar sua vida para resgatar uma humanidade perdida e distante do Deus Criador. Tal missão só poderia ser concluída por meio da morte de um ser sem pecado. Além disso, as Escrituras deixam bem claro que a morte é o preço justo para a dívida do pecado e que a humanidade não é capaz de salvar a si mesma. Porém, as Escrituras também nos revelam Cristo como Salvador da humanidade e como o sacrifício perfeito e agradável perante Deus.

“Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”, anuncia João Batista assim que vê Jesus (João 1.29). Vemos no Antigo Testamento que o cordeiro era o animal utilizado pelos israelitas em rituais de perdão. Rituais estes que eram transitórios e incompletos (Hebreus 10.4). Cristo, por outro lado, nos é revelado como sacrifício permanente e divino, o “cordeiro sem mancha e sem defeito”. E é somente pela obra dEle na cruz – e sua ressurreição – que recebemos a graça de sermos chamados de filhos de Deus.

O projeto redentor de Cristo não foi um plano B de Deus para a humanidade, mas a Bíblia relata em I Pedro que este plano já era “conhecido antes da fundação do mundo”. Vale lembrar que o pecado de Adão e Eva não foi uma surpresa para Deus e é no momento da Queda que Deus revela seu plano de propiciação e reconciliação para humanidade.

O cumprimento dessa profecia, através da cruz, nos traz a salvação! Esse é o maior presente de Deus para nós: salvação sem merecermos. Chamamos isso de graça e amor de Deus por nossas vidas. O precioso sangue de Cristo nos resgatou das trevas e nos transportou para seu Reino de amor (Colossenses 1.13). Por fim, nossa salvação, não depende e jamais dependerá de nossas obras, pois fomos resgatados por Cristo e não por coisas perecíveis e corruptíveis (I Pedro 1. 18).

Cristo de fato é o Cordeiro imaculado que fora conhecido antes mesmo que houvesse mundo, a fim de nos resgatar do pecado e nos dar vida eterna com Deus! Que nossa fé e esperança estejam sempre no Cordeiro de Deus que breve voltará!

Questões para reflexão:
1) Quais atributos de Deus o texto de I Pedro 1 nos aponta?
2) Segundo o texto, qual o motivo de nossa fé e esperança estarem em Deus?

por Octavio Betiolo Teles Indart.

Este post tem um comentário

  1. Marta Salete B. Laras

    Deus, enviou seu filho, para nós se reconciliar com Deus, pois Ele, levou nossos pecados. E, pela graça e misericórdia, crendo em Jesus, seremos salvos. Aleluia.

Deixe uma resposta